Bruno Eugênio

Estou na margem dos meus 29 anos (se você está lendo isso antes do dia 26/10/2014 aceito fones de ouvido, livros, CDs e abraços de presente!) e em uma dessas viagens de metrô na volta para casa me perguntei onde estava no âmbito profissional. Foi legal lembrar dos perrengues da graduação, da pós graduação e de todos os empregos que tive até então! Fiquei rindo sozinho no vagão me lembrando das intermináveis horas tentando fazer um código funcionar bem, as DIVs com cores da portuguesa (que uso até hoje) para protótipos rápidos de páginas web, das intermináveis conexões nos aeroportos grandes e em aeroportos minúsculos por esse mundo de Deus e do icônico avião ATR 72, um verdadeiro ás! Estou bem no profissional – nunca 100% mas bem, porém uma coisa me fez perder o foco dessa linha de raciocínio e começar uma viagem que vou compartilhar com vocês…

ATR 72: Definitivamente não gosto deste avião...

ATR 72: Definitivamente não gosto deste avião…

O que me deixou pensativo foi o fato de em cada lugar que eu passei eu ter alguma referência profissional como meta/inspiração. Nunca tinha pensado claramente nessa ideia e muito menos quem eram de fato. Só sei que são verdadeiros líderes por exemplos e são pessoas sensacionais com atitude, metas e habilidades tangíveis. Não é que eu queira “Ser” alguma dessas pessoas porém elas são tão energéticas, alegres e sinceras que eu as observo para tentar extrair o seu melhor e entender como posso me tornar alguém melhor para que, assim como eles, eu possa inspirar mais pessoas a seguirem o mesmo exemplo e aprender cada vez mais.

Mas como eu escolhi essas pessoas?
Não escolhi!Railway

Durante o dia a dia sou contagiado pelos bons exemplos de ações dessas pessoas e quando menos espero estou ouvindo mais e observando os próximos atos destes líderes. Não deixo de ser quem eu sou (afinal de contas, perder a personalidade torna você tudo menos inspirador) mas incorporo ações e atitudes positivas de todos os meus amigos profissionais que, longe ou perto, tornam cada dia da minha jornada de trabalho algo único.

Voltando ao pensamento da viagem de metrô, pensei como eu poderia explicar a “escolha” de uma fonte de inspiração… Pensei e queimei a pestana durante alguns copos de café e conclui que a explicação era algo mais simples do que pensava: Escolha ser você mesmo! Se você deixar de pensar por conta própria vai comprar brigas e frustrações de outras pessoas e, nesse processo, deixar de ser motivado pelo aquilo que você REALMENTE acredita! Comemore as suas conquistas, viva a sua vida, faça suas escolhas e isso torna mais fácil enxergar os exemplos de pessoas que lutam todos os dias para quebrar as regras e diretrizes, destruir ambientes chatos com empatia, ensinar que sucesso vem de dentro e não da sorte como muitos insistem e tantos outros exemplos realmente dignos de inspiração.

O caminho é sinuoso em qualquer carreira profissional e ser você mesmo só vai fazer com que esse caminho se torne ainda mais complicado. Já parou para pensar quantos talentos são perdidos para os concursos públicos que em nada agregam para o seu dia a dia e seu crescimento como pessoa? E dinheiro fácil? Quantas pessoas que, assim como eu, já deixaram o que muitos consideram uma boa posição profissional para colocar em prática algo que realmente acreditam? Ser você mesmo perante às barreiras só vai fazer você enxergar que sim, há como fazer o que se realmente gosta sem necessariamente se tornar outra pessoa. E ai a relação entre o ser você mesmo + mente sã + pessoas inspiradoras ao redor são o combustível para nunca parar de acreditar em seus projetos, em seu estilo e na sua vida. Lembre-se: a sua força de vontade é quem vai determinar se você possui projetos ou apenas desejos. Desejar é de graça, mas colocar um projeto requer comprometimento e inspiração justamente para superar as tentações e seguir em frente. Seja a pessoa que você gostaria de seguir.

Queria deixar um muito obrigado a todos os bons profissionais que, longe ou perto, são a minha inspiração para destruir o lugar comum!!

comentários

comments

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *