Bruno Eugênio
O título é grande e aproveito a fase de copa das confederações e o povo nas ruas (#vaibrasil) para falar de um tema que muitas vezes quem está pensando em uma ideia ou tentando iniciar uma Startup não entende bem…
você, ao pensar na sua ideia e gerar seu modelo de negócios, pensou apenas no objeto de desejo ou se preocupou com o redor?


Esta é uma questão que é respondia com um desanimado “não” por metade dos empreendedores inexperientes. E esse é um tipo de comportamento absolutamente compreensível se tratando de Brasil (mundo, diria): Nossas escolas de negócios ensinaram que uma boa ideia deveria ser guardada, trabalhada e lançada apenas com 100% de certeza. Ora, imagine você então empregando um esforço gigantesco para descobrir que o seu produto/serviço é, nada mais, nada menos do que algo não desejado pelo público alvo. 

Então, prestar atenção ao redor vai fazer bem a você por dois motivos:
Primeiro: Ao prestar atenção no contexto e olhar o que lhe cerca, novas ideias, pessoas e percepções sobre o seu modelo de negócios podem surgir. 
Segundo: Prestar atenção no contexto vai tornar sua ideia muito mais adequada ao mesmo! As chances de criar algo relevante e desejável são maiores.
Steve Blank descreve bem como estudar o contexto onde o produto/serviço vai ser encaixado no seu excepcional trabalho sobre “Customer Development”, onde os ciclos incrementais “Customer Discovery” e “Customer Validation” são usados para testar hipóteses e validar se o que você está se propondo a lançar tem mercado? Vão pagar por este serviço?  
O ciclo do “customer development”: Discovery e Validation são os estágios iniciais da estratégia observada pelo Steve Blank
O jogador do título do post é o cliente. Ele deve ser marcado homem a homem mas também deve-se ter uma pré análise de todo o time e do campo de jogo para entender melhor como este “jogador” se comporta em campo: Se ele joga sozinho, se ele é um individualista ou um jogador coletivo? Cai pelas laterais? Joga no meio de campo? Se você não fizer esse estudo com seus clientes e prestar atenção apenas no nome/bolsos dos mesmos fatalmente terá uma surpresa não grata ao lançar seu produto. 
Hoje a ideia é perguntar. Mas perguntar prestando atenção em todos os detalhes. 

comentários

comments

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *