Bruno Eugênio

Quase todos os anos eu posto uma lista de livros que li e achei digno de indicação. Bem, a lista está saindo aos quarenta e cinco minutos do segundo tempo devido a correria dos meses, novo emprego e novos desafios pessoais. No momento que estou editando este post a sensação de que o ano de 2016 finalmente acabou ainda não chegou (e provavelmente não vai chegar, mas isso é culpa do calendário, infelizmente). Vamos a lista, jovens!

 

downloadPsicologia – tudo que você  precisa saber sobre, Paul Kleinman, ed Gente, 22,90 na Saraiva 
Um livro sobre o básico do básico sobre psicologia, assunto que sempre me interessou mas nunca tive tempo de explorar melhor. O livro relata um pouco sobre nomes clássicos da psicologia moderna e suas teorias mais expressivas. De Freud a Rorschach, vale a pena pra quem quer conhecer mais sobre como a psicologia nos ajuda a desvendar os mistérios da mente humana.

 

 

 

 

 

 

 

630938-202x300 Crainer e Dearlove – Liderança
Crainer e Dearlove – pensando o futuro
Crainer e Dearlove – Inovação
Ed Bookman, em torno de 54,00 na Saraiva 
Apesar de serem três títulos a série da Thinkers50, um grupo que produz a cada dois anos uma lista dos maiores pensadores e inovadores do ramo da administração. A série traz os idealizadores da série, Stuard Crainer e Des Dearlove conversando com nomes como Adam Grant, Jim Collins, Navi Radjou Dom Tapscott e outros sobre o como a administração lida com os temas do assunto base do livro.

 

 

 

 

 

download-1Chris Gullebeau – A felicidade da busca, ed Fontanar, 31,90 na Saraiva
Sou suspeito para falar do Chris Gullebeau, meu autor favorito há anos. Nesse livro ele juntou relatos de pessoas com as quais Chris se encontrou em algum momento da sua jornada de conhecer todos os países do mundo e que encontraram uma missão e se dedicaram a ela, assim como ele. Alguns sendo bem metódicos, outros com pretensão alguma mas todos após o início da atividade descobriram que não basta ter uma grande meta e sim saber apreciar e aprender com os erros e acertos do percusso. Lindo livro, me fez repensar muito sobre o que desejo pra mim como pessoa.

 

 

 

 

 
download-2Jonah Berger – Contágio, ed LeYa, 23,74 em versão digital na Saraiva
Ganhei esse livro da minha amiga Marcela Guerra (sucesso no Canadá, Marcelinha!) e em 2015 não o li com calma, achei que deveria voltar para ele e dar uma chance com calma para digerir o conteúdo. Foi melhor, pois com o boom de mídias como YouTube, Twitch e afins, confesso que sempre me perguntava porque o canal x faz tanto sucesso falando merda e o canal z, muito melhor, não faz sucesso… Os fatores que Jonah Berger estudou para montar o livro e entender cientificamente o que faz um conteúdo ser viral ou não foram bem esclarecedoras. Para quem trabalha com mídias sociais, é obrigatório.

 

 

 

 

 

 

download-3Service Startup – Tenny Pinheiro, ed Alta Books, 42,50 na Saraiva
Conheci o trabalho do Tenny Pinheiro quando estava fazendo o meu trabalho de finalização da pós graduação (BPM com Design Thinking). O livro mostra a aplicação do Design Thinking ao design de negócios na prática, sendo bem explicado, trazendo muitos casos de uso da aplicação do Design Thinking em Startups. É bem técnico mas vale a pena se você tem interesse por Design Thinking ou design de serviços e busca referências na área.

 

 

 

 

 

 

 

downloadDaniel Coyle – O segredo do talento, ed Sextante, 24,90 na Saraiva 
Esse é um livro que fala sobre sobre organização acima de tudo. Imaginamos que pessoas bem sucedidas em seus campos de atuação são “apenas talento” sendo que o talento ajuda, mas sozinho não funciona e este livro traz 52 dicas que podem ajudar qualquer um a potencializar uma determinada habilidade. Divertido e bem útil especialmente se você está em estágios da carreira que se pergunta o tempo todo “por que não sou promovido”.

 

 

 

 

 

 

 

download-4Sem lugar para se esconder, Glenn Greenwald, ed Sextante, 29,90 na Saraiva
Em meados de 2013, o jornal britânico The Guardian publicou uma série de matérias que desvendavam a vigilância ilimitada praticada pela NSA, a Agência de Segurança Nacional norte-americana. As reportagens, assinadas pelo ex-advogado e jornalista Glenn Greenwald, revelaram ao mundo que a inteligência do país estava espionando em larga escala não só as comunicações domésticas, mas também as de outros países, inclusive os aliados. Glenn reflete no livro sobre o papel do jornalismo atual e como temas tão delicados como privacidade de dados, são negados pelas pautas do mundo em prol de interesses governamentais. #PardonSnowden

 

 

 

 

 

w3jo_ox0ek5rionorsh4y45lqrnz-ak2qpwiujjcqg_largeLean Enterprise, Jez Humble, Joanne Molesky, Barry O’Reilly, 29,90 na Casa do Código
Esse livro me fez ficar feliz e triste ao mesmo tempo: feliz por saber que cada vez mais empresas inovam em escala usando técnicas de gestão ágil e princípios concebidos nas fábricas da Toyota lá longe… Melhoria Kata, Comando de Missão, sistema puxado, precificação de features, custo de tempo parado, integração contínua, arquitetura ágil e muito mais coisas são abordadas neste livro, que é uma leitura pesada para ser digerida e discutida com seus pares, departamentos com os quais você se relaciona. Baita livro, mas me deixa triste justamente pelo fato de entender que a maioria das empresas não tem condições de encarar o que está escrito neste livro, pois ou é o todo ou nada.

 

 

 

 

 

Playlists, Bruno? Podcasts?
Teve sim, mas confesso que BEM menos que nos outros anos. Apesar de ter ouvido muita música em 2016 não tive paciência para descobrir novos sons, por isso fiquei ouvindo bastante uma playlist de porradaria que tenho para enfrentar o transporte público da capital Hellcife com Heavy Metal e um The XX para dar uma de descolado:

Também ouvi uma playlist do Spotify na época que estava me recuperando de uma cirurgia que fiz este ano chamada Brain Food, eletrônico de primeira linha:

 

Também escutei Twenty One Pilots pra cacete! Valeu Milan!

 

Na praia dos podcasts, recomendei aqui esse ano alguns como HBR Ideacast, Soft Skills Engreering, Freakconomics Radio e o já conhecido Escriba Café. Aceito recomendações!
E você, o que andou lendo em 2016 fora os posts do Facebook?

comentários

comments

2 comments on “O que li/ouvi em 2016 (40 do segundo tempo!)”

  1. Diego Millan says:

    O Segredo do talento (indicação sua por sinal) tem me ajudado muito tanto na parte profissional quanto em outras coisas, no treino de boxe que recomecei recentemente, por exemplo, já posso dizer que estou tendo uma curva de aprendizado muito maior do que teria se não tivesse feito essa leitura.

    Comprei um exemplar pra deixar em casa e sempre que preciso vou lá dar uma repaginada em algumas estratégias.

    Esqueceu de citar Twenty One Pilots nas músicas hein hehe

    1. Que bom! Fico feliz que a indicação serviu 🙂 Esse livro foi um achado lá na cultura… Good Ol’days!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *