Bruno Eugênio

Tudo tranquilo?

Eis que depois de três anos de formado, tive o prazer de voltar à UNIBRATEC como palestrante! Claro que você voltar para onde você deu seus primeiros passos sempre bacana mas hoje realmente teve um gosto especial pelo simples fato de eu realmente estava em “casa” o que é bem legal!

Claro que a missão é sempre complexa: Voltar lá como palestrante é responsabilidade das grandes e tentar passar uma ideia que ainda não conhecida, no caso do Design Thinking, junto com algo difundido até demais, como o desenvolvimento ágil, é complexo…

O tema da palestra é bem sugestivo: Usar Design Thnking junto com Scrum para obter mais empatia, experimentação e colaboração além do que o próprio Scrum já prega pode ser interessante para dar uma nova abordagem a elucidação de estórias, contato com o cliente, integração com o time entre outros temas que são comuns no dia a dia do desenvolvimento de software. Abordar DT + Ágil é falar de complementação e não de fusão e isso foi a premissa básica que quis passar para os presentes hoje, pois o scrum por si só não vai salvar o desenvolvimento de nenhuma empresa e apenas métodos mais simplórios, focados em funcionalidades e não em experiência do usuário não vão ser capazes de extrair 100% dos requisitos desejáveis para a melhor experiência do usuário. Fora isso discutimos como são os ambientes de trabalho mais propícios, pedi para a galera sair do Facebook e ir para o GitHub trocar código, experimentar mais, ousar mais, compartilhar conhecimentos e outras viagens que são pouco divulgadas mas que fazem um bem danado.

Curioso notar que mesmo sendo bastante enfático em dizer que desenvolvedores de software são “semideuses” e que precisam de uma vez por todas parar de desenvolver apenas software e construir as melhores experiências para os clientes, sinto que esse tipo de comportamento que massacra o “usuário” vai permanecer por mais algum tempo até a geração que entende de computadores como algo natural do dia a dia chegar e exigir experiências mais ricas. Ai o ensino de programação nas universidades vai mudar (ou melhor, já está mudando pois há escolas que ensinam programação junto com matérias básicas do currículo do ensino médio).

Esperamos que a empatia, experimentação e colaboração tenham sido entendidos hoje pela garotada que assistiu a palestra hoje! Obrigado especial ao Hemir, coordenador de cursos da Unibratec, Marcely Santos, professora da Unibratec que me convidou para apresentar um tema lá, aos alunos que compareceram (de ADS e de Design!) e trocaram uma ideia hoje lá conosco.

E também foi ótimo rever o grande mestre e professor Fábio Chicout, um dos professores mais legais que já tive!

Os slides:

Fotos:

Alguns links sobre o que foi falado por lá hoje:
– Small Acts Manifesto: http://smallactsmanifesto.org/
– Manifesto Ágil: http://manifestoagil.com.br/
– GitHub: http://www.github.com
– Stanford Design School (várias práticas de Design Thinking): http://dschool.stanford.edu/use-our-methods/
– Open IDEO: http://www.openideo.com/
– Lean Startup: http://theleanstartup.com/

Como diz o Small Acts Manifesto: Doe, Doe e Doe! Você se surpreenderá como isso retorna rápido!

Até a próxima!  

comentários

comments

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *