Bruno Eugênio

Depois de um longo tempo sem atualizações, finalmente o Scrum Guide foi atualizado e trouxe uma série de explicações detalhadas sobre os termos e o framework em si. Ken Schwaber e Jeff Sutherland, autores do guia, deram uma pequena mas significativa atenção aos valores do Scrum. Sim, eles existem! Porém como o framework tem uma adesão muito forte – junto com o eXtreme Programming são os mais adotados em projetos ágeis – a coisa meio que desandou e uma linha base era necessária faz tempo em alguma documentação base sobre o Scrum.
A versão do guia lançada no dia 6 de julho lista como valores os seguintes itens (vou traduzir porém não há versão oficial do guia traduzida para o Português ainda):

 

  • commitment – compromisso;
  • courage – coragem;
  • focus – foco;
  • openness – abertura;
  • respect – respeito.

Não preciso dizer que a adição dos valores no guia vai fazer muita gente finalmente entender, da pior maneira – by the book, que o Scrum precisa de um conjunto básico de valores de todos os envolvidos (AKA time E clientes) para começar a pensar na adoção do Scrum em seus projetos. Para deixar mais fácil e poupar tempo, descrevo um trecho do parágrafo traduzido – o original está aqui:

 

O sucesso da aplicação do Scrum depende das pessoas se tornando mais eficientes em aplicar estes cinco valores. Pessoas se comprometendo em alcançar as metas de um time scrum. Os membros de um time Scrum têm coragem de fazer a coisa certa e trabalhar em problemas complexos. Todos focam no trabalho da sprint e nas metas do time. O time e seus stakeholders concordam em ser abertos sobre todo o trabalho e desafios da execução do trabalho. Membros de times Scrum respeitam uns aos outros e são capazes de serem pessoas independentes.

Claro que não preciso dizer que se houver conflito entre os princípios da organização e os princípios do framework a chance de extrair valor real do uso de Scrum no seu time é zero. E não falo de aplicar o método todo, de cabo a rabo, até porque sou contra isso mas, se você deseja implantar o Scrum (ou também o XP, que já possuí na sua pagina a descrição dos valores há tempos)  é claro que a coisa vai ter um retorno praticamente nulo e gerar mais stress do que ajudar: basta pegar um contrato que não ajude, vendido com tradicional e sendo executado como ágil e o nível de stress vai subir bastante no seu time. E não é culpa do Scrum e sim da organização que não tem valores compatíveis com os da metodologia a qual querem aplicar.

Você já pode baixar a documentação em http://scrumguides.org/ (em Inglês apenas).

 

comentários

comments

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *